20° dia - 15/01/19 - (2ª Parte)

20° dia - 15/01/19 - 2ª Parte
Torres del Paine
“Um inusitado e emocionante encontro”


Para deixarmos os parque deveríamos ir em direção a pequena Cerro Castilho onde havia o passo Rio Dom Guillermo, que nos faria novamente entrar na Argentina. Tínhamos ainda dentro do parque duas opções de caminho. Uma que margearia a vista ao maciço Paine, a outra onde poderíamos, se tivéssemos muita sorte, avistar algum Puma, ou seja território deste impressionante felino. O avistamento de um Puma é algo muito raro, especialmente se estivermos passando de carro, pois o barulho os afugenta. Sabíamos do quanto difícil seria, mas eu estava confiante e resolvemos pegar este caminho, afinal já havíamos almoçado de frente às Torres del Paine com todo seu colosso de pedra nos fornecendo junto com as nuvens, um espetáculo, Tentaríamos o território dos Pumas. Alguma coisa me dizia que avistaríamos. Fui andando devagar e observando tudo. Em certa altura, algo inexplicável aconteceu. Senti a presença dele(a). Parei o Yete, pois pensei ter visto a minha direita algo. E não é que a Adelaide de repente grita: “- ali na frente, na estrada!!!???” Estava lá ela com toda sua imponência e elegância. Embora eu tenha sentido a presença ao ponto de parar o veículo, não a havia visto. Foi a Adelaide quem primeiro a avistou. E estava lá ela, tranquila, desdenhando da nossa presença, como se dizendo. Aqui é meu território, sou eu no comando. Atravessou com vagar a estrada, depois voltou, olhou em nossa direção, seguiu o caminho de volta, e ficou um bom tempo se exibindo para nós, a não mais de 30 metros. Foi emocionante este encontro e ficamos todos, muito, muito felizes. Sei o quanto é raro este tipo de encontro. Emocionamos que estávamos, somente filmamos. Fotos não conseguimos. “O”, ou “A” Lindo(a) Puma nos deixou e seguimos nosso rumo com o coração acelerado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário