Patagônia - 8° dia - 03/01/19 (2° Parte)

8° dia - 03/01/19 - 2° Parte 
Punta Norte a Punta Delgada (Área natural Península Valdés)

De Punta Norte seguimos sentido sul com o mar a nossa esquerda, até Caleta Valdes. No caminho uma pinguinera e o incrível cenário do local. Antes de chegar em Caleta Valdes, nos pareceu familiar uma casinha em meio ao descampado. Se tratava de nada menos que a casa utilizada como cenário do filme “Farol das Orcas”, uma linda história da relação entre Orcas e homens que havíamos a algum tempo assistindo e que muito nos emocionou. O mote é o tratamento de um menino espanhol autista que consegue reagir e expressar emoções de alegria e entusiasmo quando as vê. Um dia o menino estava assistindo TV, quando um documentário mostrava um guarda parque mantendo contato com baleias Orcas, consideradas extremamente agressivas e predadoras. Sua mãe ao ver a reação do filho, que expressava ali um grande sorriso de felicidade decide levá-lo aos confins da Patagônia para encontrar este guarda parque que se comunica com as Orcas, para possibilitar a mesma experiência ao filho. A história se desenrola a partir desse mote e do encontro destas três vidas, do menino, da mãe e do guarda parque. 

Esta história é baseada em fatos reais que inspiraram o livro "Augustin Corazon Abierto", de Roberto Boubas, o Guarda Parque, protagonista desta história, junto com Augustin, o menino Autista. A experiência que inspirou o livro foi a base para o filme "El Faro de Las Orcas". Porém as adaptações não segue na plenitude os fatos como no filme. Este guarda parque fez algo extraordinário, mas também sofreu sérias consequências desta sua experiência. Não foi bem visto pelas autoridades e colegas, pois conforme este, o contato, e a disseminação deste contato pelas mídias, poderia incentivar a população em geral a se aproximar, e desta forma correr sérios riscos. Não estão de todo errado, pois não faltam inconsequentes e sem noção no mundo. Hoje Roberto Bubas, vive em Puerto Madry, palestrando. A produção do filme é Spano-Argentina e afinal é um lindo filme, com belíssimas paisagens. Fica a dica para quem não o assistiu ainda. Recomendamos (Você encontra no Netflix). De Caleta Valdes, o que chamou a atenção foi a formação Rochosa à beira mar, fazendo um colorido do limo verde com a pedra negra e o mar azul, rendendo imagens impressionantes. De Punta Valdes, a próxima parada seria em Punta Delgada, uma propriedade particular onde um antigo Farol ainda hj funciona. No local também há um restaurante e um hotel. Uma linda e bem cuidada propriedade. Lá novamente podemos do alto de uma falésia, ver os lobos e elefantes marinhos em meio a formações rochosas aparentes e coloridas de algas, fruto da maré baixa naquele momento. Para ir até a base da falésia, e avistar de perto os lobos marinhos, é necessário contratar um guia local. Do alto da Falésia, do mirante, não há qualquer custo. 




























































































Nenhum comentário:

Postar um comentário