Patagônia - 9° dia - 04/01/19 (2° Parte)

9° dia - 04/01/19 - 2° Parte

Trelew a Camarrones
Quilometragem Parcial: 309,6 km (de Puerto Madry a Camarrones)
Quilometragem Total: 3.442,8 km

Após a fantástica visita ao hotel Touring, nos despedimos da cidade de Trelew, colonizada por imigrantes Galeses. No caminho, observando a Aridez do solo e o vento forte característico da Patagônia que já se manifestava forte, fiquei pensando no que fizeram estes imigrantes optar por estas terras para construírem seu futuro. Aqui, isolados de tudo, estabeleceram propriedades produtivas não só em Trelew, mas também Gaiman e outras, as margens do Vale do Rio Chubut. Tiveram contato com o índios Teuelches e com este conviveram e fizeram aqui a sua história. Em meio a estes pensamentos, entre um chimarrão e outro, alcançamos o quilômetro 1499 da Ruta 03, que elegemos simbolicamente como a metade desta Carretera (na verdade um marco não preciso da metade, mas gostamos do número. Bem da verdade queríamos o km 1500, mas não existia mais a plaquinha de indicação). Lá paramos para repetir um foto que fizemos em 2017 quando também estivemos nesta região na busca de alcançar a Carretera Austral no Chile. Nosso objetivo hoje seria a minúscula cidade de Camarrones. Tínhamos curiosidade de conhecer uma pequena cidade as margens do Atlântico tão distante de tudo. Para alcançá-la, rodaríamos 80 km a partir da ruta 03, mais 100 km de Trelew, portanto distante de tudo. Lá chegando estacionamos nosso veículo ao lado de uma pequena praça na península da cidade. Este tipo de local, não turístico, que muito nos atrai, onde a vida ainda é original e não artificial, para “encher os olhos” dos turistas. Lá as casas em sua maioria são de lata, cuja as paredes de zinco. Muito interessante circular pelas ruas desertas e frias de Camarrones, tendo seu antigo Porto como pano de fundo. Camarrones, ates do Porto de Puerto Madri, já foi um importante pólo de exportação de lã de ovelha. No estacionamento, um Motor Home de um casal idoso de Argentinos de Mar del Plata que já possuía em seu curriculum uma ficha invejável de viagens. E o seu antigo Motor home não era motivo para não enfrentarem a estrada. Estavam felizes. Dormimos com o frio da Patagônia ja começando a se mostrar. No dia seguinte a Reserva Natural Cabo das Bahias era nosso próximo destino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário