Colônia do Sacramento

MISSÃO CARRETERA AUSTRAL
3º Dia = 14/01/2017
Trajeto = Passeio na cidade Colônia do Sacramento (UR)
Quilomentragem = 30 km percorridos (aproximadamente)
Pernoite = Plaza Major de Colônia (no Centro histórico da cidade)

Despertamos, eu e a Adelaide, e resolvemos deslocar o Motor Home para as margens do Rio da Prata, em uma área verde, que certamente serve de lazer aos moradores locais, pertinho de onde pernoitamos. Lá tomaríamos nosso café da manhã para então explorar a cidade. Neste dia inauguramos uma dinâmica que se repetiria, e foi uma importante adaptação na viagem. Assim que acordávamos, organizávamos o Motor home, desfazendo o sofá cama, onde dormíamos, as crianças continuavam dormindo. Desta forma, seguíamos viagem e ganhávamos terreno, para então tomar café quando elas despertassem. Normalmente conseguíamos com isto andar mais de 100 km o que se mostrava muito eficaz em uma jornada de tanto volume.

Mas neste dia nos deslocamos tão somente até este lindo e super bem cuidado local as margens do Prata, com uma vista maravilhosa, emoldurada por corticeiras e pedras a sua margem.

Preparamos o café, limpamos o Motor Home. Neste meio tempo os pequenos despertaram.

O Artur foi explorar o local, caminhando nas pedras as margens do rio. Logo avistamos o primeiro Buquebus, que nos levaria no dia seguinte a Buenos Aires.

Após tomarmos o nosso café, fomos atrás de providências. Encher o tanque d’água (precisei abastecer para poder fazer este procedimento). Sentimos a dificuldade para conseguirmos água e pude perceber que o posto de combustível não estava acostumado a receber caravanistas, ou tinha uma certa resistência a este público e suas demandas (acredito que a última hipótese pudesse ser a mais correta).

Enquanto eu fazia estes procedimentos, a Adelaide e os meninos foram se informar sobre a compra de passagem para o Buquebus. A nossa sorte foi termos ido naquela hora, e não deixado para a tarde, pois ao meio dia nos sábados, a estação fecha, abrindo novamente somente na segunda-feira. Neste caso a alternativa para a compra das passagens é no próprio terminal do porto de Colônia.

Tivemos que medir o "Bee" para saber se caberia no horário das 10:00 do dia seguinte. Alívio. Sim caberiam, os 6 metros de comprimento, por 2,80 metros de altura do nosso amigo Bee.

Após procuramos um local para almoçar e encontramos um restaurante na avenida central onde encomendamos a famosa "Milanesa de pojo" (bife de frango à milanesa com papas fritas e salada mista).

Terminado o almoço, passeamos pela avenida central, atrás de sorvetes para nossa sobremesa.

Deslocamos o Motor Home novamente para o "parque" a beira do rio, onde pude dar a minha primeira e última “cesteada” da viagem.

Enquanto isto, os meninos, com a Adelaide estenderam um pano no gramado e brincaram. O dia estava ótimo.

Feito esta pausa, fomos conhecer um pouco mais de Colônia, especialmente a região dos balneários. 

Neste passeio encontramos junto a uma feira de artesanato, um parquinho onde a pedido das crianças paramos e eles se divertiram muito. A procura atenta por parquinhos por parte dos meninos, passou a ser uma rotina dali em diante.

Já anoitecendo, caminhamos pelo centro histórico, apreciando o romantismo desta bela cidade, com seus restaurantes. Um em especial nos chamou atenção, pois aproveitou carros antigos como refúgios para mesas de jantares a dois.  A combinação do agradável clima, com o casario antigo, de colonização portuguesa, o pôr do sol, as mesas na calçada a luz de vela, davam ao local o selo de cidade a ser visitada à dois. Prometemos retornar um dia.

O nosso pernoite foi ao lado da Plaza Major, no centro histórico da cidade.

Novamente “massinha e frango” (para o deleite das crianças), regado para mim, por um ótimo vinho uruguaio (para o deleite deste que vos escreve), foi o nosso cardápio para encerrar este dia tão especial.

Mais uma vez dormimos felizes, agradecendo a Deus por sua proteção, e pelo privilégio de estarmos ali. Dormimos ansiosos pelo dia seguinte, quando faríamos a travessia de Buquebus a Buenos Aires. 

Publicações no Facebook sobre este dia:















































,