2° dia (parte II) - Alfama, a colina do Castelo de São Jorge


GIRO DE MOTOR HOME POR PORTUGAL
2° Dia (Parte II) - 24/09/17 
Locais visitados: Bairro Alfama, Lisboa.
Pernoite: Hotel Mercure de Lisboa.


Após nossa visita ao imperdível Oceanário, resolvemos conhecer um pouco mais de Lisboa, e o alvo foi o bairro Alfama, onde se situa o Castelo de São Jorge, que se mostra imponente sobre a capital portuguesa e data de período anterior a nação Lusitana. É uma fortaleza construída ainda no período de ocupação da Península Ibérica pelos Mouros. Da colina de São Jorge temos uma vista privilegiada da iluminada e incrível Lisboa. Com sua ruelas estreitas, escadarias ingrimes, prédios apinhados onde suas portas, janelas e sacadas se confundem com os becos e ruelas, um labirinto onde o convite é passear e atentar para os detalhes e quando cansado descansar nos pequenos bares e cadeiras nas calçadas tomando aquele chopinho. Como estávamos com os pequenos, o chopinho descompromissado ficou para outra ocasião, pois o nosso compromisso acabou sendo com o sorvete, que foi sorvido no degrau de uma das portas das várias ruelas estreitas deste bairro regado a Fado, cultura e história.

4° Dia - Partiu Conhecer Portugal de Motor Home

GIRO DE MOTOR HOME POR PORTUGAL
4° Dia - 26/09/17
Locais visitados: Cabo do Roca e Lorinhã
Pernoite: Estacionamento a Beira da Praia de Lorinhã.

No dia seguinte, após nosso primeiro pernoite e uso do Motor Home, ficamos com algumas dúvidas em relação ao aquecimento de água da casa. Achamos que o sistema de aquecimento estava com defeito, motivo pelo qual, como ainda estávamos em Sintra, voltamos a locadora para mostrar a dificuldade. Ali mais uma demonstração por parte da "gerente", de grosseria e falta de tato no trato com pessoas, ou com brasileiros (cheguei a pensar que o problema era o fato de sermos brasileiros). Dificuldade esclarecida pelo proprietário, esse sim demonstrando muita boa vontade, simpatia e seriedade, já com a hora adianta, finalmente conseguimos partir. Resolvemos conhecer o Cabo do Roca, ponto mais ocidental do continente europeu. Um local belíssimo,

3° Dia - Retirada do Motor Home

GIRO DE MOTOR HOME POR PORTUGAL
3° Dia - 25/09/17
Retirada do Motor Home
Locais Visitados: Lisboa (Bairro de Belém e Sintra)
Pernoite: Estacionamento em frente a Estação de Trem Portela de Sintra


Segunda-feira, dia 25, era a data marcada para a retirada do Motor Home à partir das 14:00, na locadora Rentcar, na cidade de Sintra. Deixamos as malas prontas e aproveitamos os últimos momentos de Lisboa para um dos programas obrigatórios da capital Lusitana. Rumamos ao bairro Belém às margens do Rio Tejo para conhecermos os famosos e quase bi-centenários, Pastéis de Belém (Pastéis de nata). Esta delícia existe desde 1837. Dizem que ir a Lisboa e não experimentar os legítimos pastéis de Belém, é o mesmo que ir a Roma e não ver o Papa. Pois para lá fomos, nos deliciar com esta divina descoberta da culinária portuguesa. De lá, com a fome e vontade dos pastéis amainada, pegamos um táxi e negociamos nossa ida à Sintra, 30 km distantes,

A cidade afogada e o reencontro com a Patagônia

MISSÃO CARRETERA AUSTRAL
5º Dia = 15/01/2017
Trajeto = Carhué (AR) - Viedma (AR)
Quilometragem =  465 km
Pernoite = Avenida Beira Rio, as margens do Rio Negro

A ideia era tomarmos nosso café da manhã junto as ruínas de Epicuen. Não distante mais do que 5 km do centro de Caruhé. Buscamos antes, junto ao centro de informações turísticas, mais subsídios sobre esta região de águas termais. Dali, nos deslocando até este sítio tão interessante e instigante  que são a ruínas do antigo balneário de Epicuen. Começamos a ver o quanto esta paisagem se tornou única pelo alagamento de águas absolutamente salobras. As árvores mortas hoje parecem artificiais, com seus troncos e galhos secos, brancos, parecendo petrificados. O sal do lago Epicuen não deixando a vida se criar. Porém mesmo assim a natureza através de bandos de flamingos e patos nativos da região nos saudava pelo caminho. Chegando a entrada da cidade fantasma, buscamos um local com sombra para nosso café da manhã. Estacionamos

O Buquebus e a entrada na Argentina

MISSÃO CARRETERA AUSTRAL
4º Dia = 14/01/2017
Trajeto = Colônia do Sacramento (UR) – Carhué (AR)
Quilometragem = 62 km da travessia de Ferry Boat entre Colônia do Sacramento e Buenos Aires, e 540 km de Buenos Aires a Carhué.
Pernoite = Praça Central da cidade de Carhué.

Hoje seria o dia de ingressarmos na Argentina, através de um meio e um caminho não feito ainda por nós. Faríamos a travessia do Rio da Prata através do famoso Ferry Boat da empresa Buquebus. Nosso horário estava previsto para as 10:00, porém deveríamos estar no porto 1(uma) hora antes do horário de partida, para as providências de embarque e manobra do veículo. Despertamos cedo e novamente levamos nosso Motor Home para a área verde as margens do Prata. Acordamos as crianças, fizemos nossas torradas como café da manhã e nos dirigimos ao porto, bem próximo dali. Ingressamos e o funcionário nos pede para colocar o Motor Home junto a duas motos, pois seríamos os últimos a embarcar, por conta do tamanho do Motor Home. Somente o motorista pode manobrar o veículo para dentro do Ferry, o restante dos passageiros ingressa na embarcação pelo terminal de passageiros, caminhando. Estacionamos no local indicado e nos dirigimos ao terminal de passageiros para as providencias de check-in, aduana e imigração, pois ao passar por estes trâmites, mesmo em território Uruguaio, já oficialmente entramos na Argentina.

Colônia do Sacramento

MISSÃO CARRETERA AUSTRAL
3º Dia = 14/01/2017
Trajeto = Passeio na cidade Colônia do Sacramento (UR)
Quilomentragem = 30 km percorridos (aproximadamente)
Pernoite = Plaza Major de Colônia (no Centro histórico da cidade)

Despertamos, eu e a Adelaide, e resolvemos deslocar o Motor Home para as margens do Rio da Prata, em uma área verde, que certamente serve de lazer aos moradores locais, pertinho de onde pernoitamos. Lá tomaríamos nosso café da manhã para então explorar a cidade. Neste dia inauguramos uma dinâmica que se repetiria, e foi uma importante adaptação na viagem. Assim que acordávamos, organizávamos o Motor home, desfazendo o sofá cama, onde dormíamos, as crianças continuavam dormindo. Desta forma, seguíamos viagem e ganhávamos terreno, para então tomar café quando elas despertassem. Normalmente conseguíamos com isto andar mais de 100 km o que se mostrava muito eficaz em uma jornada de tanto volume.

O charmoso Uruguai

MISSÃO CARRETERA AUSTRAL
2º Dia = 13/01/2017
Trajeto = Chuí – Colônia do Sacramento (UR)
Quilomentragem = 511 km percorridos
Pernoite = Plaza De Armas Manoel Lobo (no Centro histórico da cidade)

Após uma noite muito bem dormida, despertamos e deslocamos o “Bee” para um local mais propício para nosso café da manhã, pois onde estacionamos na noite anterior, estava muito mal cuidado, com lixo e sujeira por todo o lado.

Ainda nos adaptavamos a dinâmica de vida neste pequeno espaço e a medida que avançávamos íamos encontrando a melhor forma de nos organizarmos.

Prólogo final - Uma nova Partida

MISSÃO CARRETERA AUSTRAL
1°Dia = 12/01/2017
Trajeto = Rolante – Chuí.
Quilometragem = 628 km percorridos.
Pernoite = Posto do Bolacha (Bandeira Schell), de Chuí. 

Em função da quantidade de providências (limpeza, reconstrução, organização), não tínhamos claro como faríamos a partir de agora em relação a nossa viagem. Nem ao menos uma nova data tínhamos, pois, este evento devastador da enchente em nossa cidade, trouxe sérias consequências.

Mas continuava obstinado por realizar nosso objetivo de chegar a Carretera. Se antes, com quase 30 dias de férias, estávamos pressionados pelo tempo, agora esta situação se complicava ainda mais.

Prólogo 3 - A Devastação

Despertamos com o telefone lotado de mensagens de texto, e no Whatss, ligações não atendidas e gravações de mensagens de voz.

Nossa cidade, no dia anterior, dia de nossa partida, à noite, foi acometida pela maior e mais grave enchente de sua história.

Enchente de água e lama, decorrente de centenas de desmoronamentos em montanhas que circundam a cidade ocasionando o represamento do Rio, até a sua explosão, arrastando tudo pela frente, árvores, pedras, animais com sua força, e de forma muito rápida, não mais de 30 minutos, inundando bairros e o centro da cidade.

Milhares de pessoas foram atingidas, com esta enchente de lama.

Prólogo 2 - A partida e o Reencontro

Resolvemos muito tardiamente que este ano faríamos uma grande viagem de Motor Home. Na verdade, eu que estava mais obstinado com esta ideia.

Coloquei na cabeça um objetivo já a muito tempo acalentado: “Carretera Austral”.

A Adelaide, por conta deste açodamento, e também pelo pouco conhecimento e pesquisa que tínhamos do local, somados agora ao fato de termos dois pequenos, que requerem todo um planejamento especial, estava bastante receosa.

Prólogo


Faremos o relato de nossa viagem com destino a Carretera Austral, dividindo a mesma da seguinte maneira:
  1. Diário de Viagem, com o relato de cada dia, ilustrado com fotografias e nossas opiniões;
  2. Terminada a etapa dos relatos, daremos destaque, aprofundando com informações e dados, os locais por onde passamos e pernoitamos;
  3. Após iniciaremos uma seção com curiosidades do caminho;

Fazer um blog é também refazer a nossa viagem.

Venha conosco, Nas Asas do Condor, atrás de um sonho, com o céu por detrás.

É avançar

"Não vês que somos viajantes?
E tu me perguntas:
Que é viajar?
Eu respondo com uma palavra: é avançar!
Experimentais isto em ti
Que nunca te satisfaças com aquilo que és
Para que sejas um dia aquilo que ainda não és.
Avança sempre! Não fiques parado no caminho."
Santo Agostinho

Carregando o Motor Home

Pequeno vídeo de 30 segundos onde mostramos o carregamento de nosso Motor Casa "Bee". Casinha sobre rodas pronta para desbravar um pouco mais deste mundo.
 
Para se inscrever no canal Youtube do "Nas Asas do Condor", clique Aqui

Nosso Canal no Youtube

Para podermos ser ainda mais completos no compartilhamento de nossas viagens, andanças e momentos, abrimos um canal no Youtube.

Este é o vídeo inaugural que compartilhamos neste primeiro dia de 2017. ,

São momentos especiais junto ao nosso Motor Casa "Bee".

Por mais momentos como este em 2017, é o desejo da família Link a todos que nos acompanham.

Clique aqui para acessar o canal "Nas Asas do Condor", no Youtube.